Área de Proteção Ambiental Margem Esquerda do Rio Negro

Area 611,008.00ha.
Document area Lei - 4015 - 24/03/2014
Legal Jurisdiction Amazônia Legal
Year created 1995
Group Uso Sustentável
Responsible instance Estadual
Corridor Central da Amazônia
Mosaics Baixo Rio Negro

Map

Municipalities

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Municipalities - APA Margem Esquerda do Rio Negro

# UF Municipality Population (IBGE 2018) Non-urban population (IBGE 2010) Urban population (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) CA area in the municipality (ha) CA area in the municipality (%)
1 AM Manaus 2,145,444 9,190 1,792,824 1,140,109.20 457,749.91
74.43 %
2 AM Novo Airão 18,974 5,224 9,499 3,780,525.70 146,702.06
23.86 %
3 AM Presidente Figueiredo 35,352 14,174 13,001 2,541,226.50 10,516.62
1.71 %

Environment

Vegetation

Vegetation (water courses excluded) % in the CA
Contato Campinarana-Floresta Ombrófila 18.46
Floresta Ombrófila Densa 81.54

Watersheds

Watershed % in the CA
Negro 100.00

Biomes

Biome % in the CA
Amazônia 100.00

Management

  • Management Agency: (SEMA-AM) Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Amazonas
  • Type of council:
  • Year of creation:

Juridical Documents

Juridical Documents - APA Margem Esquerda do Rio Negro

Document type Number Document action Document date Publishing date Observation Download
Lei 4015 Alteração de limites 24/03/2014 24/03/2014 Altera os limites do PES Rio Negro Setor Sul e da APA Margem esquerda do Rio Negro (Setor Aturiá-Apuauzinho) e cria a RDS Puranga Conquista. A APA, que antes tinha 643.215 hectares (área ISA: 623.333 hectares) passa a ter 611.008 hectares.  
Decreto 16.498 Criação 02/04/1995 06/04/1995 Cria a APA da Margem Esquerda do Rio Negro, com 740.757 hectares. Destina-se a proteger e conservar a qualidade ambiental e os sistemas naturais ali existentes, visando a melhoria da qualidade de vida da população local e também objetivando a proteção dos ecossistemas regionais.  
Lei 2646 Alteração de limites 22/05/2001 22/05/2001 ALTERA os limites do Parque Estadual do Rio Negro, Setores Norte e Sul, e das Áreas de Proteção Ambiental, das Margens Esquerda e Direita do Rio Negro, criados pelos Decretos n.o 16.497 e n.o 16.498, de 2 de abril de 1995, e dá outras providências. A Área de Proteção Ambiental da Margem Esquerda do Rio Negro, Setor Aturiá - Apuauzinho, criada pelo Decreto n.o 16.498, de 2 de Abril de 1995, passa a ter área de 586.422 hectares. A Área de Proteção Ambiental da Margem Esquerda do Rio Negro, Setor Tarumã - Açu - Tarumã - Mirim, criada pelo Decreto n.o 16.498, de 2 de abril de 1995, passa a ter 56.793 hectares. Assim, a APA passa a ter um total de 643.215 hectares.  

Management documents - APA Margem Esquerda do Rio Negro

Plan type Approval year Phase Observation

Sobreposições

Conheça as sobreposições entre a Unidade de Conservação com outras Áreas Protegidas.

Área Protegida Área sobreposta à UC (ha) Porcentagem da sobreposição
ARIE Proj. Dinâmica B. de Fragmentos Florestais 115.00 ha 0.02%

Não há informações no mapa sobre UCs sobrepostas que não se enquadram no SNUC (Sistema Nacional de Unidade de Conservação).

Characteristics

Histórico
A Área de Proteção Ambiental da Margem Esquerda do Rio Negro foi criada pelo Decreto de número 16.498, de 02 de abril de 1995. Esta Unidade de Conservação localiza-se nos municípios de Manaus, Presidente Figueiredo e Novo Airão, situados no estado do Amazonas. Até 2020, a APA não apresentava de Plano de Manejo.

Características Ambientais
Localiza-se no interflúvio Uatumã-Trombetas. Em sua cobertura vegetal encontram-se Chavascais, extensas Florestas Tropicais e mostras de Florestas de Campinaranas e Sub-montanas da região de Presidente Figueiredo. Faz parte do Mosaico de UCs do baixo Rio Negro.

Biodiversidade
A área representa uma zona de amortecimento para UCs de proteção integral, e é habitat de espécies importantes como o Galo da Serra (Rupicola rupicola), o Sauim de Coleira (Saguinus bicolor bicolor) e o Gavião real (Harpia harpyja).

Sócio-economia
As principais atividades são a caça e a agricultura. A pesca se resume à subsistência e a exploração de recursos não-madeireiros não é muito expressiva, sendo voltada para a subsistência e restrito à extração de fibras para o artesanato e de palhas para as casas. A extração madeireira é intensa e a de sementes vem se tornando cada vez mais comum por causa do artesanato. Grande potencial para turismo ecológico, com rios encachoeirados e praias.

Pressões e Ameaças
As maiores causas de pressão e ameaça diagnosticadas são desmatamento ilegal como a extração madeireira.

Referências:
1. Secretaria do Meio Ambiente do Estado do Amazonas. Disponível em: http://meioambiente.am.gov.br/apa-da-me-do-rio-negro-setor-taruma-acu-taruma-mirim/
2. Decreto de Criação da Área de Proteção Ambiental da Margem Esquerda Rio Negro. Disponível em: https://documentacao.socioambiental.org/ato_normativo/UC/3512_20180613_173323.pdf

Contact

IPAAM - Departamento de Gestão Territorial
Christina Fischer - Tel: (92) 3643-2305

Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável
Secretaria Executiva Adjunta de Projetos Especiais
Rita Mesquita (Secretária Adjunta) ou Maria do Carmo (Coordenadora do PGAI-AM)
Rua Recife, nº 3280, Parque 10 Manaus
Tel: (92) 3642-8807 / (92) 3642-4607
Site: www.sds.am.gov.br

Centro Estadual de Unidades de Conservação - CEUC (AM)
Av. Mário Ipiranga Monteiro, n° 3280 - Parque 10
CEP: 69050-030 - AM
Email: ceuc@ceuc.sds.am.gov.br
Tel: (92) 3642-4607
Site: http://www.ceuc.sds.am.gov.br

News

There are no news about this protected area in the database.