APA do Arquipelago de Trindade e Martim Vaz

Informações gerais

@Simone Marinho
Arquipelago de Trindade e Martim Vaz
Área de Proteção Ambiental
Federal
Uso Sustentável
33.322.172 (Decreto - 9312 - 19/03/2018)
2018
Javascript is required to view this map.

Pressões e ameaças

O desmatamento, as queimadas e a mineração industrial, são algumas das pressões que mais ameaçam as Unidades de Conservação. Veja abaixo dados atualizados sobre essas pressões nesta UC; para uma visualização comparativa entre as UCs mais desmatadas na Amazônia Legal, acesse o ranking dinâmico.

Para detalhes sobre a obtenção dos dados, acesse nossa nota técnica.


Características

Características

A APA do Arquipélago de Trindade e Martim Vaz tem 40.237.708 hectares e o Mona das Ilhas de Trindade e Martim Vaz e Monte Columbia, 6.915.536 hectares. A Cadeia Vitória-Trindade representa formação única no planeta, composta por cordilheira de montanhas de mais de 1.000 km de extensão, que conecta a costa central do Brasil à Ilha da Trindade e ao Arquipélago Martim Vaz. Nessa área se encontra uma das maiores taxas de diversidade de espécies entre todas as ilhas oceânicas do Oceano Atlântico. Além disso, há alta diversidade de espécies de mar aberto e de ambiente profundo, incluindo as de importância comercial, todas encontradas ao redor dos montes submarinos e das ilhas oceânicas da Cadeia. O Monumento Natural se destina à preservação de parte dos ecossistemas marinhos de montes submarinos, ilhas, recifes e ambientes oceânicos pelágicos e abissais, abrangendo parte da Ilha da Trindade, o Arquipélago Martim Vaz, e o Monte Columbia. A Área de Proteção Ambiental é composta pela porção da Zona Econômica Exclusiva no entorno do arquipélago Trindade-Martim Vaz. As Unidades de Conservação criadas protegerão ambientes com alto nível de isolamento e que, apesar de apresentarem exuberante biodiversidade e alta biomassa de peixes, são considerados frágeis em razão da restrita área recifal presente e com espécies já consideradas ameaçadas de extinção.
FONTE: MMA, 2018. Áreas Marinhas Protegidas - conservação da biodiversidade e fortalecimento da soberania nacional. Acessado em 20/03/2018 e disponível aqui http://www.mma.gov.br/images/_noticias_fotos/2018/criacao-UCs-marinhas.pdf

A criação das unidades de conservação de que trata este Decreto não modifica a dominialidade das áreas do Arquipélago de Trindade e Martim Vaz. A criação das unidades de conservação de que trata este Decreto não afeta as competências e o exercício regular das atribuições das Forças Armadas e da Autoridade Marítima. As áreas que constituem o Monumento Natural das Ilhas de Trindade e Martim Vaz e do Monte Columbia não estão inseridas na Área de Proteção Ambiental do Arquipélago de Trindade e Martim Vaz. São especificadas algumas áreas não inseridas nas UCs. As ampliações ou as alterações nos limites, nas condições de uso, nas exigências ambientais, além das estabelecidas neste Decreto e no plano de manejo, inclusive em relação aos corredores ecológicos, somente poderão ser realizadas com a participação e a anuência prévia da Marinha do Brasil.
FONTE: Decreto Federal no9312/2018

Observações


Aspectos Físicos

Sobreposições com outras Unidades de Conservação ou Terras Indígenas

Não pertinente.

Biomas

Bioma % na UC
Zona Costeira e Marítima 100.00

Bacias Hidrográficas

Bacia Hidrográfica % na UC
Oceano Atlântico 100.00

Contatos


Notícias

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.
Títuloícone de ordenação Data de publicação
#EaHoradoMar 24/02/2018
A desconhecida cordilheira no litoral brasileiro que pode virar a maior reserva marinha do Atlantico 26/01/2018
Aberta consulta publica sobre arquipelago de Sao Pedro e Sao Paulo 25/02/2018
Areas protegidas aumentam, mas falta efetividade 11/03/2018
As vesperas de sair do cargo, Sarney Filho cria cinco novas unidades de conservacao 05/04/2018
Audiencia sobre Ilha de Trindade sera realizada em fevereiro na GV 30/01/2018
Brasil amplia em 16 vezes sua protecao marinha e ganha maior sitio de areas umidas do mundo 21/03/2018
Brasil cria quatro novas unidades marinhas 19/03/2018
Brasil criara duas unidades de conservacao marinha, diz ministro do Meio Ambiente 05/03/2018
Brasil deve anunciar criacao de reservas marinhas no Forum Mundial da Agua 05/03/2018
Cientista defende urgencia da protecao marinha no pais 06/03/2018
Cooperacao reforca aporte para a floresta 05/04/2018
Criacao de UC marinha e tema de audiencia publica 07/02/2018
Ferramenta ajuda a pressionar o governo a decretar UCs marinhas 06/02/2018
Governo cria cinco unidades de conservacao 06/04/2018
Governo criara unidades de conservacao marinhas 24/01/2018
Governo decreta novas UCs marinhas, mas parte das ilhas fica de fora da protecao integral 19/03/2018
ICMBio altera local de audiencia publica no Espirito Santo 30/01/2018
Ilha da Trindade pode ser a maior reserva marinha do Atlantico 26/01/2018
Marinha e MMA definem mapas das novas areas protegidas, com exclusao parcial das ilhas 13/03/2018
Populacao apoia criacao de UC Marinha no ES 09/02/2018
Proposta da Marinha retira ilhas de Sao Pedro e Sao Paulo e Trindade da protecao integral 09/03/2018
Sai 1o chamamento de conversao de multas 12/03/2018
UCs marinhas sao defendidas no Ocean Summit 08/03/2018

Histórico Jurídico

Tipo de documento Número Ação do documento Data do documento Data de publicação Observação Documento na íntegra
Portaria 593 Nucleo gestão integrada 15/06/2018 20/06/2018 Institui o Núcleo de Gestão Integrada - ICMBio Trindade e Martim Vaz, um arranjo organizacional estruturador do processo gerencial entre unidades de conservação federais, integrando a gestão das unidades citadas a seguir: Área de Proteção Ambiental do Arquipélago de Trindade e Martim Vaz e Monumento Natural do Arquipélago de Trindade e Martim Vaz e Monte Columbia. Download PDF
Decreto 9312 Criação 19/03/2018 20/03/2018 Cria a Área de Proteção Ambiental do Arquipélago de Trindade e Martim Vaz eo Monumento Natural das Ilhas de Trindade e Martim Vaz e do Monte Columbia. A APA da Ilha de Trindade, com área aproximada de 40.237.708,86 hectares, compreende a área da Zona Econômica Exclusiva referente ao raio de duzentas milhas náuticas ao redor das Ilhas de Trindade e Martim Vaz, contadas a partir das linhasde base que medem a largura do Mar Territorial, observado o disposto no Decreto no 8.400, de 4 de fevereiro de 2015 e o MONAT das Ilhas de Trindade e Martim Vaz e do Monte Columbia, constituído por quatro áreas, com área aproximada de 6.915.536,11 hectares. A criação das unidades de conservação de que trata este Decreto não modifica a dominialidade das áreas do Arquipélago de Trindade e Martim Vaz. A criação das unidades de conservação de que trata este Decreto não afeta as competências e o exercício regular das atribuições das Forças Armadas e da Autoridade Marítima. As áreas que constituem o Monumento Natural das Ilhas de Trindade e Martim Vaz e do Monte Columbia não estão inseridas na Área de Proteção Ambiental do Arquipélago de Trindade e Martim Vaz. São especificadas algumas áreas não inseridas nas UCs. As ampliações ou as alterações nos limites, nas condições de uso, nas exigências ambientais, além das estabelecidas neste Decreto e no plano de manejo, inclusive em relação aos corredores ecológicos, somente poderão ser realizadas com a participação e a anuência prévia da Marinha do Brasil. Tem como finalidade preservar remanescentes do ecossistema insular do domínio da Mata Atlântica; belezas cênicas; e recursos naturais e biodiversidade marinhos na parteda cadeia submersa de que trata este Decreto. Download PDF
Aviso s/n Criação 24/01/2018 24/01/2018 O ICMBio convida: a Comunidade em geral, Órgãos Ambientais, Entidades Públicas Federais, Estaduais e Municipais, Organizações Não Governamentais e Representantes dos Setores Produtivos para participar da consulta pública para discussão da proposta de criação deUnidades de Conservação Marinhas na região da Ilha de Trindade/ES. A consulta será realizada às 14:00 horas do dia 08 de fevereiro de 2018 no Centro de Visitantes do Projeto TAMAR em Vitória, Av. Nossa Senhora da Penha, no 700A, Praça do Papa, Enseada do Suá Download PDF


comments powered by Disqus