Área de Proteção Ambiental Guajuma

Área 28.370,00ha.
Document area Decreto - 12.175 - 07/07/1989
Jurisdição Legal Amazônia Legal
Ano de criação 1989
Grupo Uso Sustentável
Instância responsável Estadual

Mapa

Municípios

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Municípios - APA Guajuma

# UF Município População (IBGE 2018) População não urbana (IBGE 2010) População urbana (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) Área da UC no município (ha) Área da UC no município (%)
1 AM Nhamundá 20.899 11.268 7.010 1.410.797,20 60.357,23
100,00 %

Ambiente

Fitofisionomia

Fitofisionomia (cursos d'água excluídos) % na UC
Floresta Ombrófila Densa 50,87
Formações Pioneiras 49,13

Bacias Hidrográficas

Bacia Hidrográfica % na UC
Jatapu 100,00

Biomas

Bioma % na UC
Amazônia 100,00

Gestão

  • Órgão Gestor: (SEMA-AM) Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Amazonas
  • Tipo de Conselho:
  • Ano de criação :

Documentos Jurídicos

Documentos Jurídicos - APA Guajuma

Tipo de documento Número Ação do documento Data do documento Data de Publicação Observação Download
Lei 3602 Alteração de categoria 09/05/2011 09/05/2011 Transforma o PES Nhamundá em APA Guajuma.  
Decreto 12.175 Criação 07/07/1989 07/07/1989 Fica criado, no Município de Nhamundá, na bacia hidrográfica do rio Nhamundá, com área estimada em aproximadamente 28.370 hectares, o "Parque Estadual Nhamundá", subordinado ao Instituto de Desenvolvimento dos Recursos Naturais e Proteção Ambiental do Amazonas, para a preservação dos ecossistemas naturais englobados, contra quaisquer alterações que os desvirtuem, destinando-se a fins científicos, culturais e educativos e recreativos.  

Documentos de gestão - APA Guajuma

Tipo de plano Ano de aprovação Fase Observação

Sobreposições

Não existem sobreposições desta Unidade de Conservação com outras Áreas Protegidas.

Principais Ameaças

Desmatamento na Amazônia Legal

Este tema apresenta a análise dos dados de desmatamento produzidos pelo Projeto de Monitoramento do Desflorestamento na Amazônia Legal (Prodes), que mapeia somente áreas florestadas da Amazônia Legal. Os dados do Prodes não incluem as áreas de cerrado que ocorrem em muitas Unidades de Conservação no bioma Amazônia.

Focos de calor

Área de abrangência do ponto: um foco indica a possibilidade de fogo em um elemento de resolução da imagem (pixel), que varia de 1 km x 1 km até 5 km x 4 km. Neste pixel pode haver uma ou várias queimadas distintas, mas a indicação será de um único foco. Se uma queimada for muito extensa, será detectada em alguns pixeis vizinhos, ou seja, vários focos estarão associados a uma única grande queimada.

Total identificado de desmatamento acumulado até 2000: 17182 hectares
Total identificado de desmatamento acumulado até 2017: 19726 hectares

Características

Em maio de 2011 o PES sofreu alteração de categoria através da Lei N3.602 de 09/05/2011, sendo transformado em APA. Segundo notícia de abril de 2011, o portal D24AM (http:\\jornal.d24am.com) o objetivo da proposta, conforme consta no parecer conjunto das comissões de Constituição, Justiça e Redação; Finanças Públicas; Meio Ambiente Desenvolvimento Regional e Sustentável, é permitir o avanço das obras previstas pelo "Linhão do Tucuruí", que perpassa pela área.
(Fonte: ISA, maio/2011)

ATRIBUTOS NATURAIS : uma das mais antigas UC estadual do Amazonas, abrange ecossistemas de Várzea e Campos Naturais, além de Florestas de Terra Firme, com planícies e serras. Nestas serras nasceram importantes elementos do folclore regional e se mantém vivos personagens do imaginário amazônico como o Muirakitã e as Amazonas. Os campos naturais são um importante refúgio para diversas espécies de aves e mamíferos.
BIODIVERSIDADE : Grande importância biológica quanto à representatividade de primatas e quelônios. Há presença de anfíbios, répteis e mamíferos importantes pela alta riqueza de espécies ou ainda por sua distribuição bastante restrita, sendo algumas espécies endêmicas, como o primata Saguinus martinsi ochraceus, cuja ocorrência limita-se a uma pequena área do interflúvio baixo Uatumã/Nhamundá. Os tabuleiros, locais de desova de quelônios, são uma das maiores riquezas do Parque, considerado atualmente como área de extrema importância para a conservação da biota aquática na região amazônica.
INFRA-ESTRUTURA : acesso por via aérea até Parintins e por via fluvial até Nhamundá. O Parque sofre forte pressão demográfica por encontrar-se muito próximo à cidade de Nhamundá, sendo que o aeroporto está dentro da UC. A ocupação de alguns lagos e margens de rios é antiga e antecede a criação do Parque. Vários estudos estão sendo conduzidos para redefinir os limites do Parque, excluindo as áreas de uso mais intensivo.
SÓCIO-ECONOMIA : O Parque encontra-se em área muito populosa, sob alta pressão sócio-econômica, com grandes modificações da paisagem e moderada pressão sobre os recursos naturais. Não há levantamento detalhado dos recursos naturais, mas sabe-se que a pecuária e agricultura de subsistência são as principais atividades econômicas desenvolvidas dentro do Parque. Os principais produtos comercializados são a farinha e a macaxeira. Um acordo de pesca vem sendo conduzido nas comunidades pelo Projeto Manejo de Recursos Naturais da Várzea (Pró-Várzea)
(fonte: Unidades de Conservação do Estado do Amazonas. Manaus:SDS/SEAPE, 2007)

Distante 359 km de Manaus, o PES Nhamundá foi a primeira Unidade de Conservação criada pelo governo estadual. A área é conhecida pela grande diversidade de quelônios. Há a necessidade iminente de obtenção de dados para a elaboração de um plano de manejo (fonte: Áreas Protegidas do Estado do Amazonas - subsídios para a estratégia estadual de conservação da biodiversidade - 2003).

Contato

IPAAM - Departamento de Gestão territorial
Tel: (92) 3643-2305

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e de Desenvolvimento Sustentável
Rua Recife, 3280, Parque Dez de Novembro
CEP: 69050-030 - Manaus - AM
Tel: (92) 3642-4330

Centro Estadual de Unidades de Conservação - CEUC (AM)
Av. Mário Ipiranga Monteiro, n° 3280 - Parque 10
CEP: 69050-030 - AM
Email: ceuc@ceuc.sds.am.gov.br
Tel: (92) 3642-4607
Site: http://www.ceuc.sds.am.gov.br

Notícias

Total de 9 notícias sobre a área protegida APA Guajuma no banco de dados RSS

Ver todas as notícias dessa área protegida

 

As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.