Reserva Extrativista Catuá-Ipixuna

Área 217.486,00ha.
Document area Decreto - 23.722 - 05/09/2003
População 1457
Jurisdição Legal Amazônia Legal
Ano de criação 2003
Grupo Uso Sustentável
Instância responsável Estadual
Corredor Central da Amazônia

Mapa

Municípios

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Municípios - RESEX Catuá-Ipixuna

# UF Município População (IBGE 2018) População não urbana (IBGE 2010) População urbana (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) Área da UC no município (ha) Área da UC no município (%)
1 AM Coari 84.272 26.314 49.651 5.797.076,80 142.083,78
66,94 %
2 AM Tefé 60.154 11.381 50.072 2.369.222,30 70.156,95
33,06 %

Ambiente

Fitofisionomia

Fitofisionomia (cursos d'água excluídos) % na UC
Floresta Ombrófila Densa 100,00

Bacias Hidrográficas

Bacia Hidrográfica % na UC
Jurua 3,56
Purus 96,44

Biomas

Bioma % na UC
Amazônia 100,00

Gestão

  • Órgão Gestor: (SEMA-AM) Secretaria de Estado do Meio Ambiente do Amazonas
  • Tipo de Conselho: Deliberativo
  • Ano de criação : 2008

Documentos Jurídicos

Documentos Jurídicos - RESEX Catuá-Ipixuna

Tipo de documento Número Ação do documento Data do documento Data de Publicação Observação Download
Portaria 01 Conselho 28/01/2008 28/01/2008 Cria Conselho  
Decreto 23.722 Criação 05/09/2003 08/09/2003 Cria a Reserva Extrativista Catuá-Ipixuna, localizada nos municípios de Tefé e Coari, com área aproximada de 217.486 hectares, com os objetivos de assegurar o uso sustentável e a conservação dos recursos naturais renováveis, protegendo os meios de vida e a cultura da população extrativista local, bem como o apoio desenvolvimento sustentável das demais comunidades locais e dos municípios de Tefé e Coari. São proibidos a exploração de recursos mineirais e a caça amadorística ou profissional. A exploração comercial dos recursos madeireiros só será admitida em bases sustentáveis e em situações especiais e complementares as atividades desenvolvidas na RESEX conforme disposto no plano de manejo da unidade.  
Portaria 19 Acesso ao PRONAF 28/07/2004 05/08/2004 Reconhece a Reserva Extrativista CATUÁ IPIXUNA, código SIPRA AM0053000, localizada nos Municípios de Coari e Tefé, com área total de 215.342,8790ha (duzentos e quinze mil, trezentos e quarenta e dois hectares, oitenta e sete ares e noventa centiares), sendo 139.486,9660ha (cento e trinta e nove mil, quatrocentos e oitenta e seis hectares, noventa e seis ares e sessenta centiares) no Município de Coari e 75.855,9130ha (setenta e cinco mil, oitocentos e cinqüenta e cinco hectares, noventa e um ares e trinta centiares) no Município de Tefé, visando atender 300( trezentas) famílias de pequenos produtores rurais;  
Outros s/n Instrumento de gestão - plano de manejo 31/12/2010 31/12/2010 Embora não tenha sido oficializado através de uma portaria ou algum instrumento normativo, o Governo do Estado do Amazonas considera o plano de gestão em anexo. Data acima fictícia (31/12/2010).  

Documentos de gestão - RESEX Catuá-Ipixuna

Tipo de plano Ano de aprovação Fase Observação
Plano de gestão ambiental 2010 Aprovado Fonte: CEUC/AM em atendimento ao Ofício ISA/IMAZON, ago/2010.

Sobreposições

Não existem sobreposições desta Unidade de Conservação com outras Áreas Protegidas.

Principais Ameaças

Desmatamento na Amazônia Legal

Este tema apresenta a análise dos dados de desmatamento produzidos pelo Projeto de Monitoramento do Desflorestamento na Amazônia Legal (Prodes), que mapeia somente áreas florestadas da Amazônia Legal. Os dados do Prodes não incluem as áreas de cerrado que ocorrem em muitas Unidades de Conservação no bioma Amazônia.

Focos de calor

Área de abrangência do ponto: um foco indica a possibilidade de fogo em um elemento de resolução da imagem (pixel), que varia de 1 km x 1 km até 5 km x 4 km. Neste pixel pode haver uma ou várias queimadas distintas, mas a indicação será de um único foco. Se uma queimada for muito extensa, será detectada em alguns pixeis vizinhos, ou seja, vários focos estarão associados a uma única grande queimada.

Total identificado de desmatamento acumulado até 2000: 12450 hectares
Total identificado de desmatamento acumulado até 2017: 13466 hectares

Características

ATRIBUTOS NATURAIS : Primeira Resex criada pelo governo do Amazonas. Localiza-se nas bacias dos lagos Catuá e Ipixuna, no rio Solimões. Apresenta composição florística característica das Florestas Tropical Densa e Tropical aberta. A Floresta de Terra Firme é dividida em matas densas, matas de cipó, matas ralas, matas de encosta e matas de campina amazônica. A Floresta Tropical Aberta apresenta-se em menor proporção. A paisagem é, no geral, uniforme em termos fisionômicos, mas, em detalhe, é caracterizada por uma composição botânica de alta diversidade, consequência da qualidade e fertilidade dos solos.

BIODIVERSIDADE : Nas áreas de Floresta Densa, apresenta espécies de plantas dispersas com grande número de indivíduos e expressiva quantidade de espécies de valor econômico. Nas áreas de Floresta Aberta há grande variedade de palmeiras. A herpetofauna apresenta até o momento mais de 70 espécies de répteis. A ictiofauna nos dois lagos revelou a abundância de alguns grupos de espécies pertencentes aos gêneros Potamorhina, Psectrogaster e Curimata. Entre os registros importantes da avifauna estão Ramphastos toco (Tucano boi), que consiste num dos poucos registros a oeste de Itacoatiara, e Myrmotererula klagesi (choquinha do Tapajós), a população mais ocidental conhecida. Além dessas, há uma espécie de várzea muito pouco conhecida, que pode estar ameaçada de extinção, a Crax globulosa (mutum - piuri).

INFRA-ESTRUTURA : Há 16 comunidades. Um flutuante de apoio foi instalado na boca do lago Catuá. A Resex conta com base de apoio, um escritório, na sede de Tefé. O acesso é feito via aérea ou fluvial, no trecho Manaus-Tefé ou Manaus-Coari, onde se freta uma voadeira ou barco para chegar à reserva.

SÓCIO-ECONOMIA : A agricultura, especialmente a produção de farinha é a principal fonte de renda das comunidades, que também extraem castanha. A mandioca e a banana são os produtos mais comercializados. A pesca e a caça são atividades de subsistência praticadas com certa intensidade, mas não como atividade principal. Os óleos e frutos de palmeiras são um dos maiores potenciais extrativos da reserva. Grande variedade de espécies florestais, que podem ser utilizadas nos diversos ramos de atividades madeireiras.
(fonte: Unidades de Conservação do Estado do Amazonas. Manaus:SDS/SEAPE, 2007)


Distante 424 km de Manaus, a RESEX tem expressiva freqüência de espécies de valor econômico, tanto madeireiras quanto não madeireiras. Há uma vasta gama de biodiversidade de flora e fauna, incluindo mamíferos, avifauna, ictiofauna e herpetofauna, e espécies em extinção. Foi a primeira RESEX do estado e faz parte do Corredor Ecológico Central da Amazônia. Necessita de obtenção de dados para a elaboração do plano de manejo.
São 216.874 hectares de uma vasta planície, ao longo de todas as micro e meso bacias que compõem as macrobacias hidrográficas dos rios Negro e Solimões. As altitudes dentro da reserva estão sempre em torno dos 40m. Já as temperaturas variam entre 23 e 35 oC, e os índices pluviométricos são da ordem de 2.500 mm/ano, o que compõe um clima bastante quente e úmido.
(fonte: Áreas Protegidas do Estado do Amazonas - subsídios para a estratégia estadual de conservação da biodiversidade - 2003 / Documento IPAAM - 2003).

Contato

Secretaria de Estado de Meio Ambiente e de Desenvolvimento Sustentável - SDS/AM
Rua Recife, 3280, Parque Dez de Novembro
CEP: 69050-030 - Manaus, AM, Brasil
Tel:(92) 3642-8807 / (92) 3642-4607
Email: corredores@sds.am.gov.br; gabinete@sds.am.gov.br

IPAAM - Departamento de Gestão Territorial
Christina Fischer - Tel: (92) 3643-2305

SEAE - Secretaria Executiva Adjunta de Extrativismo
Ademar Cruz
Tel: (92) 3642-4330 ramal 2014 / 2015

Centro Estadual de Unidades de Conservação - CEUC (AM)
Av. Mário Ipiranga Monteiro, n° 3280 - Parque 10
CEP: 69050-030 - AM
Email: ceuc@ceuc.sds.am.gov.br
Tel: (92) 3642-4607
Site: http://www.ceuc.sds.am.gov.br

Notícias

Total de 39 notícias sobre a área protegida RESEX Catuá-Ipixuna no banco de dados RSS

Ver todas as notícias dessa área protegida

 

As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.