Parque Nacional da Serra do Pardo

Área 445.392,00ha.
Document area Decreto - s/n - 17/02/2005
Jurisdição Legal Amazônia Legal
Ano de criação 2005
Grupo Proteção Integral
Instância responsável Federal
Mosaicos Terra do Meio

Mapa

Municípios

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Municípios - PARNA da Serra do Pardo

# UF Município População (IBGE 2018) População não urbana (IBGE 2010) População urbana (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) Área da UC no município (ha) Área da UC no município (%)
1 PA Altamira 113.195 14.980 84.095 15.953.332,80 217.919,75
48,67 %
2 PA São Félix do Xingu 124.763 46.227 45.113 8.421.284,70 229.796,11
51,33 %

Ambiente

Fitofisionomia

Fitofisionomia (cursos d'água excluídos) % na UC
Contato Savana-Floresta Ombrófila 7,73
Floresta Ombrófila Aberta 92,27

Bacias Hidrográficas

Bacia Hidrográfica % na UC
Xingu 100,00

Biomas

Bioma % na UC
Amazônia 100,00

Gestão

  • Órgão Gestor: (ICMBIO) Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade
  • Tipo de Conselho: Consultivo
  • Ano de criação : 2012

Documentos Jurídicos

Documentos Jurídicos - PARNA da Serra do Pardo

Tipo de documento Número Ação do documento Data do documento Data de Publicação Observação Download
Decreto s/n Criação 17/02/2005 18/02/2005 Fica criado o Parna da Serra do Pardo, nos municípios de Altamira e São Félix do Xingu, Estado do Pará, com o objetivo de preservar ecossistemas naturais, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico. Perfaz uma área de 445.392 hectares. art. 4 As terras de domínio do Estado do Pará, inseridas nos limites do Parna, poderão ser utilizadas para a compensação de reserva legal.  
Portaria 137 Conselho 21/12/2012 26/12/2012 Cria o Conselho Consultivo do Parque Nacional da Serra do Pardo, no Estado do Pará.  
Portaria 60 Instrumento de gestão - plano de manejo 22/12/2015 23/12/2015 Aprova o Plano de Manejo do Parque Nacional da Serra do Pardo/PA. (Processo n.o 02070.002618/2009-52)  
Portaria 291 Nucleo gestão integrada 16/04/2018 18/04/2018 Instituir o Núcleo de Gestão Integrada - ICMBio Terra do Meio, um arranjo organizacional estruturador do processo gerencial entre unidades de conservação federais, integrando a gestão das unidades citadas a seguir: Estação Ecológica da Terra do Meio; Parque Nacional da Serra do Pardo; Reserva Extrativista Rio Iriri; Reserva Extrativista Rio Xingu; e Reserva Extrativista Riozinho do Anfrísio.  

Documentos de gestão - PARNA da Serra do Pardo

Tipo de plano Ano de aprovação Fase Observação
Plano de manejo 2015 Aprovado Ver situação jurídica.

Sobreposições

Não existem sobreposições desta Unidade de Conservação com outras Áreas Protegidas.

Principais Ameaças

Desmatamento na Amazônia Legal

Este tema apresenta a análise dos dados de desmatamento produzidos pelo Projeto de Monitoramento do Desflorestamento na Amazônia Legal (Prodes), que mapeia somente áreas florestadas da Amazônia Legal. Os dados do Prodes não incluem as áreas de cerrado que ocorrem em muitas Unidades de Conservação no bioma Amazônia.

Focos de calor

Área de abrangência do ponto: um foco indica a possibilidade de fogo em um elemento de resolução da imagem (pixel), que varia de 1 km x 1 km até 5 km x 4 km. Neste pixel pode haver uma ou várias queimadas distintas, mas a indicação será de um único foco. Se uma queimada for muito extensa, será detectada em alguns pixeis vizinhos, ou seja, vários focos estarão associados a uma única grande queimada.

Total identificado de desmatamento acumulado até 2000: 362 hectares
Total identificado de desmatamento acumulado até 2017: 26422 hectares

Características

Histórico

O Parque Nacional Serra do Pardo foi criado por decreto no dia 17 de fevereiro de 2005 com a intenção de conter o desmatamento e a grilagem de terras na região. A origem do seu nome se dá pela serra que se estende ao longo do Rio Pardo (Barros, 2010).


A região do Parque foi bem marcada pelas diferentes fases da ocupação. Na década de 1950 foi área de seringal, após a crise da borracha passou a ser ocupada por grileiros que retiravam madeira e, um tempo depois, a criação de gado era o investimento predominante da região. Hoje, as fazendas que ficavam dentro do parque foram desapropriadas e o gado retirado em algumas operações conjuntas entre ICMBio, Ibama e Polícia Federal. Aproximadamente 95% da área do Parque mantém sua vegetação natural, é uma área considerada de extrema importância para a conservação (Barros, 2010). Hoje a UC possui Plano de Manejo, e em 2018 foi instituído o Núcleo de Gestão Integrada -ICMBio Terra do Meio, como um arranjo organizacional. Estão incluídas as seguintes UCs: Estação Ecológica da Terra do Meio, Parque Nacional da Serra do Pardo, Reserva Extrativista Rio Iriri, Reserva Extrativista Rio Xingu e Reserva Extrativista Riozinho do Anfrísio.



Localização

O Parque está localizado no estado do Pará, seus 445.392 hectares se estendem pelos municípios de Altamira e São Félix do Xingu. Limita-se ao norte com a Resex Rio Xingu, ao oeste e ao sul o Parque faz divisa com a APA Triunfo do Xingu ao noroeste com a Esec da Terra do Meio, ao leste com o Rio Xingu e a TI Apyterewa. O Parna faz parte de um conjunto de áreas protegidas, o Mosaico da Terra do Meio.



Características ambientais

O Parque da Serra do Pardo está integralmente inserido no bioma amazônico. As formações vegetacionais presentes na região são as Florestas Ombrófilas Aberta Sub-montana, Densa Sub-montana e o campo cerrado (Fávaro, 2011). A área possui elementos naturais importantes e características singulares de grande beleza cênica, como montanhas, diferentes tipos de vegetação e paisagens, presença de rios, entre outros. (Escada; et. al., 2005).



Biodiversidade

Resultados do estudo de Fávaro (2011) indicam que o Parna da Serra do Pardo apresenta um elevado nível de integridade e conservação de suas paisagens, com alto potencial para uma grande riqueza de espécies. Em seu estudo, foram identificadas 197 espécies, distribuídas em 49 famílias, sendo três táxons ameaçados: Penelope pileata, Anodorhynchus hyacinthinus e Synallaxis cherriei. O Parque encontra-se em uma área de interflúvio dos rios Xingu e Tapajós, o que faz com que possua uma biodiversidade bastante particular, e o que justifica a presença de espécies endêmicas (Barros, 2010). Segundo Frasão (2014), existem cerca de 900 espécies vivendo na Unidade de Conservação.



População

Apesar de ser um Parque, categoria de unidade de conservação de proteção integral, ou seja, que não permite a permanência de pessoas morando em seu interior, algumas comunidades tradicionais de ex-seringueiros ainda moram no local. Como são povos tradicionais, eles têm permissão para ficar dentro do parque até que se encontre uma área para a qual eles possam se mudar sem que a manutenção dos seus meios de vida seja prejudicada (Barros, 2010).


Esta categoria de unidade de conservação permite abrir a área para visitação pública, apresentando potencial para desenvolvimento de atividades ligadas ao turismo. Tais atividades podem beneficiar diretamente a comunidade local através da geração de empregos e, indiretamente, por meio do desenvolvimento do comércio e da infra-estrutura local (Escada; et. al., 2005).



Ameaças

Existem ameaças constantes para a região do Parque Serra do Pardo de vetores de desmatamento como o gado, mineração e obras de infraestrutura planejadas para a região (Barros, 2010). Até o final do mês de junho de 2015 havia 32 processos de mineração incidentes na área da Unidade.



Referências
BARROS, L.P. A história do Parque Nacional do Pardo. 2010.
ESCADA, M. I. S.; et. al., 2005. Processos de ocupação nas novas fronteiras da Amazônia (o interflúvio do Xingu/ Iriri).
FÁVARO, F. L. Aves do Parque Nacional da Serra do Pardo, Pará, Brasil: Levantamento inicial. Brasília, 2011.
FRASÃO, G. Oficina elabora plano de manejo em Parque Nacional. Brasília, 2014.

Contato

Coordenadoria Regional (ICMBio): Rosária Sena Cardoso Farias
Endereço CR: Av. Marechal Rondon s/nº
CEP: 68180-010 - Itaituba/PA

Notícias

Total de 93 notícias sobre a área protegida PARNA da Serra do Pardo no banco de dados RSS

Ver todas as notícias dessa área protegida

 

As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.