Floresta Nacional de Piraí do Sul

Área 125,00ha.
Document area Decreto - s/nº - 02/06/2004
Jurisdição Legal Domínio Mata Atlântica
Ano de criação 2004
Grupo Uso Sustentável
Instância responsável Federal

Mapa

Municípios

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Municípios - FLONA de Piraí do Sul

# UF Município População (IBGE 2018) População não urbana (IBGE 2010) População urbana (IBGE 2010) Área do Município (ha) (IBGE 2017) Área da UC no município (ha) Área da UC no município (%)
1 PR Castro 71.151 17.818 49.266 253.150,30 4,94
3,27 %
2 PR Piraí do Sul 25.291 7.322 16.102 140.306,60 145,99
96,72 %

Ambiente

Fitofisionomia

Fitofisionomia (cursos d'água excluídos) % na UC
Floresta Ombrófila Mista 100,00

Bacias Hidrográficas

Bacia Hidrográfica % na UC
Paranapanema 100,00

Biomas

Bioma % na UC
Mata Atlântica 100,00

Gestão

  • Órgão Gestor: (ICMBIO) Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade
  • Tipo de Conselho: Consultivo
  • Ano de criação : 2011

Documentos Jurídicos

Documentos Jurídicos - FLONA de Piraí do Sul

Tipo de documento Número Ação do documento Data do documento Data de Publicação Observação Download
Portaria 37 Conselho 20/05/2011 23/05/2011 Cria o Conselho Consultivo Floresta Nacional de Piraí do Sul/PR  
Portaria 253 Conselho 22/11/2013 25/11/2013 Modifica a composição do Conselho Consultivo da Floresta Nacional de Piraí do Sul, no estado do Paraná.  
Portaria 1 Conselho 13/05/2016 16/05/2016 Modifica a composição do Conselho Consultivo da Floresta Nacional de Piraí do Sul, no estado do Paraná (Processo no 0 2 0 7 0 . 0 0 2 1 9 8 / 2 0 11 - 2 9 )  
Portaria 100 Instrumento de gestão - plano de manejo 07/11/2016 09/11/2016 Aprova o Plano de Manejo da Floresta Nacional de Piraí do Sul, no Estado do Paraná (Processo no 02070.002155/2012-24)  
Decreto s/nº Criação 02/06/2004 03/06/2004 Art 1o Fica criada a Floresta nacional de Piraí do Sul, localizada no município de Piraí do Sul, no estado do Paraná, com os objetivos básicos de promover o manejo de uso múltiplo sustentável dos recursos florestais e a pesquisa científica, com ênfase em métodos para exploração sustentável das florestas nativas. Art 2o A Floresta Nacional de Piraí do Sul possui uma área total aproximada de cento e vinte e quatro hectares e oitenta ares.  
Portaria 106 Outros 19/12/2006 21/12/2006 O Ibama, entre outrso considerandos, e considerando o Planejamento Estratégico da Superintendência do Estado do Paraná, para o exercício de 2007, que vem sendo realizado com todas as Unidades descentralizadas do Estado, direcionando as ações para a Gestão Integrada, RESOLVE: Art. 1º Determinar que, no âmbito da Superintendência do IBAMA no Estado do Paraná, a gestão das Unidades de Conservação situadas na área de ocorrência da Floresta Ombrófila Mista e dos Campos Gerais do Paraná constituídas atualmente por: Floresta Nacional de Irati, Floresta Nacional de Piraí do Sul, Floresta Nacional de Açungui, Reserva Biológica das Araucárias e Parque Nacional dos Campos Gerais seja realizada por meio de um Núcleo de Gestão Integrada e Compartilhada das Unidades de Conservação dos Campos Gerais do Paraná. Parágrafo único. O instrumento de gestão previsto no caput deste artigo não implica na perda das atribuições nem em alterações de limites e objetivos de criação de cada Unidade de Conservação. Art. 2º O Núcleo de Gestão Integrada e Compartilhada localizar- se-á no município de Ponta Grossa - PR, em imóvel pertencente ao IBAMA e a estrutura existente nas Unidades de Conservação citadas no art 1º. servirá de apoio às atividades finalísticas desenvolvidas nos limites de suas jurisdições. -

Documentos de gestão - FLONA de Piraí do Sul

Tipo de plano Ano de aprovação Fase Observação
Plano de manejo 2016 Aprovado

Sobreposições

Não existem sobreposições desta Unidade de Conservação com outras Áreas Protegidas.

Principais Ameaças

Não há informações cadastradas sobre o tema "Pressões e Ameaças".

Características

A Floresta Nacional de Piraí do Sul está localizada na região centro-oriental do Paraná e o uso do solo, na referida região, está diretamente vinculado ao arranjo econômico regional existente. Assim, a região pode ser descrita como comportando, sob o ponto de vista espacial, um "arco" florestal e uma linha grano-pecuária.
O arco florestal é formado pelos municípios de Reserva, Ortigueira, Imbaú, Telêmaco Borba, Ventania, Arapoti, Jaguariaíva e Sengés, sendo caracterizado por extensos reflorestamentos, que alimentam o maior conjunto de produção de papel, papelão e celulose do sul brasileiro.
A linha grano-pecuária, direcionada de sul para norte, é composta pelos municípios de Palmeira, Ponta Grossa, Carambeí, Castro, Tibagi, Piraí do Sul e Arapoti, sendo o espaço privilegiado das culturas graníferas (soja, milho, feijão) e da criação de aves, suínos e gado leiteiro (a maior bacia leiteira do estado, detentora das maiores produtividades do país).
O arranjo econômico da região do entorno da Flona segue o mesmo padrão regional, concentrado na expansão dos reflorestamentos, dos plantios de grãos em grande escala e do aumento do número de granjas, tem refletido certamente em alterações no espaço rural e, desse modo, nas comunidades que ao longo do tempo viveram nesse espaço.
As mudanças fundiárias que acompanharam a substituição da cria e engorda de gado pela agricultura extensiva para exportação afetaram negativamente o equilíbrio do mosaico entre campos e capões de mato.
(Fonte: ICMBio. Disponível em: http://www.icmbio.gov.br/portal/o-que-fazemos/pesquisa-e-monitoramento/projetos-apoiados/2012/2930-conhecendo-as-populacoes-tradicionais-e-agricultores-familiares-do-entorno-da-flona-de-pirai-do-sul.html. Acesso em 12\05\2013)

Notícias

Total de 22 notícias sobre a área protegida FLONA de Piraí do Sul no banco de dados RSS

Ver todas as notícias dessa área protegida

 

As notícias publicadas neste site são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.