PES Chandless

Informações gerais

Chandless
Parque Estadual
Estadual
Proteção Integral
695.303 ()
2004
Secretaria de Estado de Meio Ambiente do Acre
Consultivo
2009
Javascript is required to view this map.

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Município População (IBGE 2007) População rural (IBGE 2001) População urbana (IBGE 2001) Estado Área do município (ha) Área da UC no município (ha) Porcentagem da UC no município (%)
Sena Madureira 34230 13265 16155 AC 2.527.810 77.533 11.73 %
Santa Rosa do Purus 3948 1728 518 AC 598.114 149.988 22.68 %
Manoel Urbano 7148 3093 3281 AC 938.696 433.659 65.59 %

Pressões e ameaças

O desmatamento, as queimadas e a mineração industrial, são algumas das pressões que mais ameaçam as Unidades de Conservação. Veja abaixo dados atualizados sobre essas pressões nesta UC; para uma visualização comparativa entre as UCs mais desmatadas na Amazônia Legal, acesse o ranking dinâmico.

Para detalhes sobre a obtenção dos dados, acesse nossa nota técnica.

289.43 ha

Características

Características

O Parque representa o centro de distribuição do bambu no sudoeste da Amazônia. O bambu é uma tipologia florestal com um dinâmica interessante, com ciclos de mortalidade e rebrotamentos e com uma fauna associada específica. Uma associação bastante evidente e interessante é a relação entre aves e bambu, que já vem sendo pesquisada na Unidade.
Espécies endêmicas da flora: Há cerca de três espécies de bambu do gênero Guadua que ocorrem na área.
Espécies endêmicas da fauna: Há pelo menos treze espécies de aves exclusivas da Unidade, estritamente relacionadas ao bambu.
O relevo da Unidade está contido na categoria Planície Amazônica (Formas de Acumulação) e caracteriza-se por comportar extensas áreas alagadas e de inundação onde ocorrem paranás, furos, igarapés, depósitos lineares fluviais antigos e áreas de colmatagem recente, além de uma grande quantidade de lagos com gênese e forma diferenciada. Uma rede de drenagem curta e recente corta estes terraços, bem como as planícies, perpendicularmente à drenagem principal.
Os solos desta área desenvolveram-se sobre a Formação Solimões, datada no Plioceno Médio e Pleistoceno Superior, onde a cobertura vegetal se caracteriza pela Floresta com Palmeiras mais Floresta com Bambu, Floresta com Bambu em Área Aluvial e Floresta Densa.
A geologia ainda não é suficientemente conhecida, mas, trata-se de Planícies Fluviais resultantes da acumulação fluvial periódica ou permanentemente alagadas. São áreas aplainadas que geralmente comportam meandros abandonados. Há também Planícies e Terraços Fluviais, os quais são áreas aplainadas, resultantes da acumulação fluvial, geralmente sujeita a inundações periódicas e comportando meandros abandonados, alagando eventualmente, unida com ou sem ruptura de declive, o patamar mais elevado, que também comporta meandros abandonados.
A região do Chandless está inserida na Bacia do Rio Purus. O principal rio que corta a Unidade no sentido sudoeste-noroeste é o Rio Chandless que nasce no Peru. Os principais afluentes deste rio são os igarapés Cuchichá e o Chandless-chá.
(Fonte: Cadastro Nacional de Unidades de Conservação. www.mma.gov.br. Última atualização: 13/08/2007. Acesso em: 15/04/2010).

VALOR BIOLÓGICO PARA CONSERVAÇÃO : é extremamente alto devido aos seguintes valores:
- Corredor ecológico: a área está totalmente situada dentro dos limites do corredor verde do Oeste da Amazônia, um dos cincos para a região Amazônica estabelecida pelo IBAMA. Está também adjacente a áreas protegidas e Terras Indígenas no lado peruano, onde recentemente espécies raras e endêmicas foram identificadas. É potencializado também por se configurar como corredor local, conectando duas terras indígenas (Rio Purus e Mamoadate) e a Esec do Rio Acre.
- Representatividade: ocorrência de Unidades de Paisagens Biofísicas ainda não formalmente protegidas em nenhuma UC no Estado do Acre e nem na Ecorregião Sudoeste da Amazônia.
- Ecoturismo: bom potencial, possibilidade de criação de empregos e aumento da renda, beleza natural apresentando na seca barrancos de 15 m de altura, com afloramentos rochosos, nítidos perfis de solos, pequenas corredeiras e bonitas praias de areia.
- Riqueza faunística: existem pelo menos cerca de 800 espécies de aves (incluindo espécies migratórias): pelo menos 200 espécies de mamíferos, 80 espécies de répteis e 120 espécies de anfíbios. Foram identificadas cerca de 100 espécies de lepdópteros. A ictiofauna em torno de 200 espécies.
CARACTERISTICAS BIÓTICAS E ABIÓTICAS: A Bacia do Alto Purus é uma das regiões menos conhecida da Amazônia.
O Alto Purus constitui o centro da distribuição dos chamados tabocais no sudoeste da Amazônia. Estas florestas, tão dominadas por bambus arborescentes do gênero Guadua podem ser diferenciadas em imagens de satélite e cobrem aproximadamente 180.000 km2 na região. Trata-se de um tipo de vegetação extremamente importante, mas muito pouco conhecido. Apesar do pouco conhecimento da flora regional, alguns fatos indicam que a área apresenta características típicas de área de transição entre a parte leste e oeste do Estado do Acre - o que a torna ainda mais importante para conservação.
ASPECTOS SOCIOECONÔMICOS : são vários:
- Os municípios ainda dispõem de muita terra disponível para o assentamento de famílias. Os projetos de assentamento já implantados ainda dispõem de mais de 50% de sua capacidade de assentamento ociosa.
- Dificuldades de acesso durante o período da estiagem.
- Parte desta região se constitui em área de perambulação dos índios isolados Masko.
- Presença de apenas 12 famílias vivendo na área, a maioria com parentesco entre eles, com aproximadamente 60 pessoas.
- As atividades produtivas que desenvolvem são de baixo impacto ambiental.
- A análise dos dados demográficos indica existir um certo equilíbrio quanto às faixas etárias, e que não está havendo um crescimento rápido da população. O que permite afirmar que não acontecendo nenhum fluxo migratório para aquela área, não haverá num futuro próximo, uma pressão muito grande sobre o meio ambiente.
- A maioria dos moradores afirmaram desejar continuar residindo ali, mas se mostraram favoráveis à criação da UC e até manifestaram o desejo em ajudar a fiscalizar e proteger a área contra os "invasores" que entram para explorar os seus recursos.
(Fonte: Resumo Executivo produzido pelo Instituto do Meio Ambiente do Acre - IMAC e Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis - IBAMA, s/data).

Observações

Resumo Executivo do Relatório de Criação da Unidade de Proteção Integral Chandless. IMAC - Instituto do Meio Ambiente do Acre/IBAMA. 2pg. Disponível no ISA.

http://www.seiam.ac.gov.br/index.php?option=com_content&task=view&id=556...

TERMO DE DOAÇÃO N" 018/2013
DOADOR: FUNDO BRASILEIRO PARA A BIODIVERSIDADE - FUNBIO
DONATÁRIO: ESTADO DO ACRE, ATRAVÉS DA SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE - SEMA.
DO OBJETO:
O Termo de Doação tem por objeto a doação ao Donatário, pelo do-
ador, de L200 GLTriton 3.2 Diesel - 4X4, Placa: KYR - 7947, Chassi:
93XJNKB8TDCD72234, Nota Fiscal n" 265823, de 22/04/2013, para
que o mesmo seja utilizado na execução do Programa Áreas Protegidas
da Amazônia, doravante denominado ARPA, e, mais especificamente,
na Unidade de Conservação Parque Estadual Chandless.
DA PUBLICAÇÃO: O Donatário providenciará, à sua conta, a publica-
ção deste instrumento em extrato no Diário Oficial do Estado, até o 5"
(quinto) dia útil subsequente à sua assinatura, para ocorrer no prazo de
até 20 (vinte) dias daquela data
DATA E LOCAL: Rio Branco - AC, 18 de junho de 2013.
ASSINAM: pelo Doador, ROSA MARIA LEMOS DE SÁ e pelo Donatário,
CARLOS EDEGARD DE DEUS.
(DOE AC 19/06/2013)


Aspectos Físicos

Sobreposições com outras Unidades de Conservação ou Terras Indígenas

Não pertinente.

Biomas

Bioma % na UC
Amazônia 100.00

Fitofisionomias

Fitofisionomia (excluídos cursos d'água) % na UC
Floresta Ombrófila Densa 0.98
Floresta Ombrófila Aberta 99.02

Bacias Hidrográficas

Bacia Hidrográfica % na UC
Purus 100.00

Contatos

Gestor da UC: Jesus Domingos Rodrigues de Souza. Portaria SEMA no 251/2006

SECRETARIA DE ESTADO DE MEIO AMBIENTE - SEMA Rua Benjamin Constant nº 856 - Centro CEP: 69.900-062 - Rio Branco - Acre - Brasil Fone: (68) 3224- 8786 / 3224-3990 / Fone/Fax: (068) 3223-2760 / E-mail: sema@ac.gov.br


Notícias

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.
Título Data de publicaçãoícone de ordenação
Gestores de Areas Protegidas se reunem no Chandless para debater politicas publicas 05/07/2018
Gestores e moradores de unidades de conservacao de Brasil, Bolivia e Peru sao qualificados 27/06/2018
Governo capacita comunitarios do Parque Estadual Chandless 27/02/2018
Governo realiza plantio de mudas de acai no Parque Estadual Chandless 15/02/2018
Gestao do Parque Chandless e premiada durante celebracao dos 15 anos do Arpa 04/12/2017
Gestao integrada do Parque Chandless e apresentada em seminario nacional 28/11/2017
Acre possui mais de 47% de seu territorio composto por areas protegidas 19/11/2017
Indevida a indenizacao pelo processo de demarcacao da Terra Indigena Manchineri 29/09/2017
Indigenas Jaminawa sofrem a espera da demarcacao no Amazonas 23/08/2017
TRES ESTADOS RECEBEM DO SIPAM TERMINAIS DE COMUNICACAO VIA SATELITE 04/08/2017
Politica de protecao aos indios isolados e tema de encontro internacional 09/11/2016
Acre compoe Plano Integrado de Areas Protegidas de paises latino-americanos 30/08/2016
Brasil, Bolivia e Peru discutem estrategias para promover desenvolvimento de comunidades amazonicas 31/05/2016
Acre sedia encontro trinacional sobre gestao de Areas Protegidas 23/05/2016
Paises se unem para proteger parques 20/05/2016
Ministerio do Meio Ambiente avalia gestao do Parque Estadual Chandless 15/03/2016
Parque Estadual Chandles no Acre recebe mais de R$1 milhao em investimento 23/11/2015
Parque Chandless podera ser mais uma opcao de ecoturismo 15/11/2015
Parque Estadual Chandless recebe exposicao de 10 anos, em Rio Branco 08/09/2015
Acre investe na observacao de passaros para atrair turistas 26/05/2015
Parque Estadual Chandless (AC) e tema de dissertacao de mestrado na UFAC 21/05/2015
Governo promove acoes integradas entre indigenas e Parque do Chandless 30/12/2014
Sema realiza treinamento com tecnicos sobre Unidades de Conservacao 03/11/2014
Pesquisador vem ao Acre para estudar o Chandless 15/01/2014
Governo garante R$ 800 mil em recursos para o Parque do Chandless 14/11/2013
Estrada entre Puerto Esperanza e Inapari ameaca Amazonia peruana 15/05/2013
Reporter encontra ultimos habitantes da fronteira oeste do Brasil 09/07/2010
Criacao da UC Croa/Lagoinha avanca trazendo qualidade de vida para comunidade 22/01/2010
Indios isolados do Acre 22/07/2009
Governo incentiva pratica em favor do meio ambiente, como o uso das sacolas ecologicas 29/04/2009
Com apoio tecnico do Governo do Estado, rede de supermercado lanca sacolas ecologicas 28/04/2009
Desmatamento nas Unidades de Conservacao cai 84,58 % no Acre 17/07/2008
Governo elabora plano de manejo do Chandless 06/08/2007
Resposta da SOS Amazonia a entrevista de Tiao Viana (http://www.youtube.com/watch?v=Xg0noZ1idlo) 16/02/2007
Expedicao inicia estudo em afluente do Solimoes 06/09/2006
Primeiro Parque Estadual do Acre comeca a receber atividades para conservacao 16/04/2006
Vendedores" de reserva sao localizados 05/12/2004
Perpetua usa materia do Pagina 20 para denunciar venda do Chandless na Camara dos Deputados 25/11/2004
WWF-Brasil e INPE respondem a carta da revista Veja 25/09/2003
Acre: 600 mil hectares de floresta estadual 25/09/2003
Acre tem agora 48% de areas protegidas 24/09/2003
Governos criam nove reservas na Amazonia 11/09/2003
Ibama cria Unidade de Conservacao 14/08/2003
Maior parque do mundo sera criado no Amapa 20/02/2002
Amazonas e Acre anunciam a criacao de 10 Unidades de Conservacao (UCs) 01/01/2001

Histórico Jurídico

Tipo de documento Número Ação do documento Data do documento Data de publicaçãoícone de ordenação Observação Documento na íntegra
Portaria 46 Instrumento de gestão - plano de manejo 10/05/2011 16/05/2011 Aprova o plano de manejo do PES Chandless Download PDF
Contrato s/n Concessão de uso entre órgãos governamentais (CDRU) 31/08/2010 15/12/2010 Contrato de Cessão de Direito Real de Uso Não Onerosa entre e INCRA-ICMBio. OBJETO: Uso da Gleba de Terras denominada "Gleba 07 Chandless", com uma área total aproximada de 231.555,52ha, situada nos Municípios de Feijó e Santa Rosa do Purus (AC). Download PDF
Portaria s/nº Conselho 31/12/2009 31/12/2009 Aprova o regimento interno do conselho consultivo do Parque Estadual Chandless.Aguardando informações da SEMA/AC sobre o número da portaria e data.
Portaria 63 Conselho 08/09/2009 10/09/2009 Cria o Conselho Consultivo do Parque Estadual Chandless com a finalidade de contribuir com a implantação e implementação de ações destinadas à consecução dos objetivos de criação da referida Unidade de Conservação. Download PDF
Decreto 10670 Criação 02/09/2004 03/09/2004 Cria o Pes do Chandless Download PDF
Portaria 196 Outros 09/11/2004 Compõe a Comissão de Implantação do P. E. Chandless, com representantes da Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Recursos Naturais - SEMA (Coordenação), Secretaria Estadual de Floresta - SEF, Procuradoria Geral do Estado - PGE, SOS Amazônia e Fundo Mundial para a Natureza - WWF, cujo objetivo é a elaboração do Plano de Trabalho para o Parque. (tirado do site do governo do Acre: www.ac.gov.br)
Decreto 10.670 Criação 02/09/2004


comments powered by Disqus