RDS Barreiro Anhemas

Informações gerais

Barreiro Anhemas
Reserva de Desenvolvimento Sustentável
Estadual
Uso Sustentável
3.175 (Lei - 12.810 - 21/02/2008)
2008
Jacupiranga

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Município População (IBGE 2007) População rural (IBGE 2001) População urbana (IBGE 2001) Estado Área do município (ha) Área da UC no município (ha) Porcentagem da UC no município (%)
Barra do Turvo 7620 5228 2880 SP 100.729 3.281 100.06 %

Pressões e ameaças

O desmatamento, as queimadas e a mineração industrial, são algumas das pressões que mais ameaçam as Unidades de Conservação. Veja abaixo dados atualizados sobre essas pressões nesta UC; para uma visualização comparativa entre as UCs mais desmatadas na Amazônia Legal, acesse o ranking dinâmico.

Para detalhes sobre a obtenção dos dados, acesse nossa nota técnica.


Características

Características

A Reserva de Desenvolvimento Sustentável Barreiro Anhemas, situa-se na porção sudoeste do estado de São Paulo, no município de Barra do Turvo, em uma área de aproximadamente 3,17 mil hectares localizada na bacia hidrográfica do ribeirão do Turvo, em sua margem direita.
Comporta grandes áreas de pecuária, bem como novas formas de utilização do solo, a exemplo, a Agrofloresta.
Essa RDS conta com diversas famílias tradicionais, que já se encontravam na área antes da criação do Parque Estadual de Jacupiranga, e que perduraram até os dias atuais, como as seguintes Famílias: Mota, Bonrruque, Pedroso e Gonçalves.
(Fonte: Fundação Florestal. Disponível em http://www.ambiente.sp.gov.br/fundacaoflorestal/unidades-de-conservacao/.... Acesso em 23/05/2013)

Observações

Desmembrada do PES de Jacupiranga, pela Lei 12.810 de 21/02/2008. Integra o Mosaico de UCs do Jacupiranga.


Aspectos Físicos

Sobreposições com outras Unidades de Conservação ou Terras Indígenas

Não pertinente.

Biomas

Bioma % na UC
Mata Atlântica 100.00

Fitofisionomias

Fitofisionomia (excluídos cursos d'água) % na UC
Floresta Ombrófila Densa 100.00

Bacias Hidrográficas

Bacia Hidrográfica % na UC
Ribeira 100.00

Contatos


Notícias

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos.

Histórico Jurídico

Tipo de documento Número Ação do documento Data do documento Data de publicaçãoícone de ordenação Observação Documento na íntegra
Lei 12.810 Criação 21/02/2008 22/02/2008 Altera os limites do Parque Estadual de Jacupiranga, atribui novas denominações por subdivisão, reclassifica, exclui e inclui áreas que especifica, institui o Mosaico de Unidades de Conservação do Jacupiranga e dá outras providências.Artigo 5º - o território original do Parque Estadual de Jacupiranga, alterado pelas áreas reclassificadas, excluídas e incluídas, definidas respectivamente, nos artigos 2º, 3º e 4º desta lei, passa a ter a área total de 154.872,17 ha e fica subdividido em três parques estaduais, os quais passam a ser denominados e descritos na seguinte conformidade:I - Parque Estadual Caverna do Diabo;II - Parque Estadual do Rio Turvo;III - Parque Estadual do Lagamar de Cananéia.Artigo 6º - Ficam instituídas as RDSs, nas áreas reclassificadas conforme incisos I, II, III e IV do artigo 2º, especificadas nos incisos de I a V deste artigo, perfazendo a área total de 12.665,06 ha, descritas na seguinte conformidade:I - RDS Barreiro/Anhemas, destinada às comunidades tradicionais da região Barreiro/Anhemas;II - RDS dos Quilombos de Barra do Turvo, com área total de 5.826,46 ha;III - RDS dos Pinheirinhos, destinada às comunidades tradicionais de Pinheirinho do Franco, Areia Branca e Pinheirinho das Dúvidas; IV - RDS de Lavras, com área destinada aos moradores tradicionais da própria área e outros oriundos de remanejamentos do Parque Estadual do Rio Turvo;V - RDS de Itapanhapima, destinada à população tradicional de Itapanhapima, Retiro, Bombicho e outras oriundas de realocação do Parque Estadual Lagamar de Cananéia, e aos pescadores artesanais de Cananéia.


comments powered by Disqus