APA Sapucaí-Mirim

Informações gerais

Sapucaí-Mirim
Área de Proteção Ambiental
Estadual
Uso Sustentável
39.800 ()
1998
Mantiqueira
Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo

Município(s) no(s) qual(is) incide a Unidade de Conservação e algumas de suas características

Município População (IBGE 2007) População rural (IBGE 2001) População urbana (IBGE 2001) Estado Área do município (ha) Área da UC no município (ha) Porcentagem da UC no município (%)
Santo Antônio do Pinhal 6560 3297 3031 SP 13.289 13.080 34.26 %
São Bento do Sapucaí 10515 5835 4520 SP 25.220 25.098 65.74 %

Pressões e ameaças

O desmatamento, as queimadas e a mineração industrial, são algumas das pressões que mais ameaçam as Unidades de Conservação. Veja abaixo dados atualizados sobre essas pressões nesta UC; para uma visualização comparativa entre as UCs mais desmatadas na Amazônia Legal, acesse o ranking dinâmico.

Para detalhes sobre a obtenção dos dados, acesse nossa nota técnica.


Características

Características

A Área de Proteção Ambiental de Sapucaí-Mirim, criada pelo Decreto Estadual n" 43.285, de 3 de julho de 1998, protege a Serra da Mantiqueira, que compreende um imponente maciço montanhoso coberto por densa cobertura vegetal de transição entre a Mata Atlântica e a Mata de Araucária de altitude.
Ela protege os remanescentes de vegetação nativa da região, a fauna a ela associada e os recursos hídricos, em especial as nascentes do rio Sapucaí, que é responsável pelo abastecimento da região e de mais 40 municípios de Minas Gerais.
Esta APA faz parte de um grande continuum de áreas protegidas na Serra da Mantiqueira, estendendo-se até o Estado de Minas Gerais.
A criação da APA foi motivada por um convênio firmado entre os governos paulista e mineiro, no qual foi estabelecida a gestão ambiental compartilhada na região da divisa entre os dois Estados.
Neste convênio foi firmado o compromisso de criar a APA Sapucaí Mirim nas cabeceiras do Rio Sapucaí Mirim, no Estado de São Paulo e a APA Fernão Dias nas cabeceiras dos formadores dos reservatórios do Sistema Cantareira, em território mineiro.
(Fonte: Governo de SP. Disponível em http://www.ambiente.sp.gov.br/apa-sapucai-mirim/sobre-a-apa/. Acesso em 23/06/2013)

Observações

Fonte: SEMA Obs: Os estados de São Paulo e Minas Gerais estão vivendo uma experiência inédita: o processo conjunto de criação da área de proteção ambiental Sapucaí-Mirim, do lado paulista, e a de Camanducaia e Jaguari, do lado mineiro. (Fonte: Ambiente. Secretaria de Estado do Meio Ambiente de São Paulo. Ano II - N. 9 - Outubro/98.


Aspectos Físicos

Sobreposições com outras Unidades de Conservação ou Terras Indígenas

Sobreposição Categoria da área sobreposta Porcentagem da sobreposição
Serra da Mantiqueira APA 14.95
Serra da Mantiqueira APA 162.02

Biomas

Bioma % na UC
Mata Atlântica 100.00

Fitofisionomias

Fitofisionomia (excluídos cursos d'água) % na UC
Contato Floresta Ombrófila densa-Floresta Ombrófila Mista 50.46
Floresta Estacional Semidecidual 6.45
Floresta Ombrófila Densa 28.15
Floresta Ombrófila Mista 14.94

Bacias Hidrográficas

Bacia Hidrográfica % na UC
Grande 98.51
Paraiba Do Sul 1.49

Contatos


Histórico Jurídico

Tipo de documento Número Ação do documento Data do documento Data de publicaçãoícone de ordenação Observação Documento na íntegra
Decreto 43.285 Criação 03/07/1998 A APA Sapucaí-Mirim protegerá a parte paulista da bacia do rio Sapucaí-Mirim, que abastece 43 municípios mineiros e forma uma área contínua com a APA de Campos do Jordão.


comments powered by Disqus